Correndo
Junto

A ONG Ação da Cidadania foi fundada em 1993 pelo renomado sociólogo Herbert de Souza, Betinho, como forma de ajudar as 32 milhões de pessoas que estavam, na época, abaixo da linha da pobreza, segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Atualmente, a ONG possui atuação nacional e só no Estado do Rio de Janeiro atende a 60 mil pessoas, desde crianças a idosos, na área da saúde, educação, cultura e geração de renda.

O Instituto da Criança é uma solução para promover o desenvolvimento humano. Por meio do investimento social privado e da gestão de projetos, a organização inspira a prática da solidariedade.

Com 26 anos de história, o Instituto funciona como uma via de aproximação entre pessoas físicas e jurídicas que têm condições e vontade de contribuir, contudo não sabem como fazer este investimento chegar a quem realmente precisa. A instituição conecta e articula esses dois grupos, assessorando empresas e direcionando recursos financeiros, humanos, materiais e conhecimentos técnicos a fim de promover o desenvolvimento social. Anualmente, investe em projetos e campanhas de educação, cidadania, geração de renda e desenvolvimento comunitário.

Atualmente está entre as 100 melhores ONGs do mundo, segundo a NGO Advisor, além de fazer parte da ECOSOC – Economic and Social Council – das Nações Unidas. Possui também o selo ONG Transparente, concedido pelo Instituto Doar, que tem como objetivo atestar a transparência de informações através da web.

 

O Instituto Todos na Luta é uma associação sem fins lucrativos que busca a oportunidade da prática de educação pelo esporte para as crianças da comunidade do Vidigal.

Nos anos 90, com o aumento da violência na comunidade, o professor Raff Giglio resolveu franquear, gratuitamente, as portas da sua academia de boxe a crianças e adolescentes em vulnerabilidade social, residentes naquele local. O Todos na Luta é a única instituição do Estado Fluminense a formar um boxeador medalhista nas Olimpíadas.

Assim, criou-se um ambiente propício à descoberta de novos e promissores talentos e à preparação adequada para que pudessem competir em torneios nacionais, inspirando outros jovens a seguir esse esporte. Outra ação do instituto é que para as crianças poderem participar do projeto, a família tem que garantir a frequência escolar e nas aulas do próprio instituto.

 

ASM – Ação Social Pela Música do Brasil

Uma organização não governamental, sem ns lucrativos, que, em sua vertente socioeducacional, visa a inclusão social e a formação da cidadania, através do ensino coletivo da música clássica, para crianças, adolescentes e jovens moradores de comunidades em situação de vulnerabilidade social.

Na vertente cultural, a ASMB promove há mais de 25 anos, a formação de orquestras jovens de música clássica em todo o território nacional, como a Orquestra Jovem do Brasil e a orquestra Mercosul. Com o objetivo de fomentar a cultura da música clássica proporcionando a fruição e o acesso amplo da população.

Atualmente 4.045 crianças, adolescentes e jovens são beneciados pelo projeto.