Correndo
Junto
ADD – Associação Desportiva para deficientes

Há 23 anos, a ADD desenvolve projetos que facilitam o processo de integração e inclusão da pessoa com deficiência na sociedade, por meio de práticas esportivas adaptadas, apoio educacional e cursos de capacitação.

Fundada pelo professor de educação física, Steven Dubner, e pela administradora, Eliane Miada, em 1996, a instituição não tem fins lucrativos. Por meio  de doações, parcerias e  patrocínio de diversas empresas, que contribuem de forma institucional ou por Leis de Incentivo, a ADD desenvolve  as modalidades competitivas de basquete em cadeira de rodas, vôlei sentado, atletismo, bocha , além de apoiar atletas de modalidades de modalidades de ciclismo.

A ADD também já formou o medalhista paraolímpico Daniel Dias, da natação.

Atualmente atende 260 pessoas, sendo 160 crianças e adolescentes e 100 atletas de rendimento esportivo. A instituição também atua de forma pioneira na educação esportiva para crianças com deficiência desde 2001, iniciativa que culminou na criação da ADD Escola de Esporte Adaptado em 2010.

O Instituto da Criança é uma solução para promover o desenvolvimento humano. Por meio do investimento social privado e da gestão de projetos, a organização inspira a prática da solidariedade.

Com 26 anos de história, o Instituto funciona como uma via de aproximação entre pessoas físicas e jurídicas que têm condições e vontade de contribuir, contudo não sabem como fazer este investimento chegar a quem realmente precisa. A instituição conecta e articula esses dois grupos, assessorando empresas e direcionando recursos financeiros, humanos, materiais e conhecimentos técnicos a fim de promover o desenvolvimento social. Anualmente, investe em projetos e campanhas de educação, cidadania, geração de renda e desenvolvimento comunitário.

Atualmente está entre as 100 melhores ONGs do mundo, segundo a NGO Advisor, além de fazer parte da ECOSOC – Economic and Social Council – das Nações Unidas. Possui também o selo ONG Transparente, concedido pelo Instituto Doar, que tem como objetivo atestar a transparência de informações através da web.

 

O Instituto Todos na Luta é uma associação sem fins lucrativos que busca a oportunidade da prática de educação pelo esporte para as crianças da comunidade do Vidigal.

Nos anos 90, com o aumento da violência na comunidade, o professor Raff Giglio resolveu franquear, gratuitamente, as portas da sua academia de boxe a crianças e adolescentes em vulnerabilidade social, residentes naquele local. O Todos na Luta é a única instituição do Estado Fluminense a formar um boxeador medalhista nas Olimpíadas.

Assim, criou-se um ambiente propício à descoberta de novos e promissores talentos e à preparação adequada para que pudessem competir em torneios nacionais, inspirando outros jovens a seguir esse esporte. Outra ação do instituto é que para as crianças poderem participar do projeto, a família tem que garantir a frequência escolar e nas aulas do próprio instituto.

 

ASM – Ação Social Pela Música do Brasil

Uma organização não governamental, sem ns lucrativos, que, em sua vertente socioeducacional, visa a inclusão social e a formação da cidadania, através do ensino coletivo da música clássica, para crianças, adolescentes e jovens moradores de comunidades em situação de vulnerabilidade social.

Na vertente cultural, a ASMB promove há mais de 25 anos, a formação de orquestras jovens de música clássica em todo o território nacional, como a Orquestra Jovem do Brasil e a orquestra Mercosul. Com o objetivo de fomentar a cultura da música clássica proporcionando a fruição e o acesso amplo da população.

Atualmente 4.045 crianças, adolescentes e jovens são beneciados pelo projeto.