Início / BLOG DA MARATONA
No Dia do Profissional de Educação Física, Vinícius Zimbrão dá dicas aos corredores
Por Equipe Maratona do Rio 01/09/2017

 

Dia 1º de setembro é o dia do Profissional de Educação Física. Sabemos que os professores são peça-chave para o sucesso e prazer na hora dos treinos e nas competições. Pensando nos apaixonados pela Maratona do Rio, convidamos o professor Vinicius Zimbrão para dar algumas dicas e falar um pouco sobre a importância desse profissional.

 

“O Dia do Profissional de Educação Física surgiu há 19 anos, quando a educação física passou a ser regulamentada, se tornando oficialmente uma profissão e não apenas uma disciplina do currículo de ensino, aumentando, assim, as responsabilidades e passando a ser considerada uma profissão da área de saúde, além da área de educação.

O fato de ser legalizada como profissão apenas traz o título, mas para se tornar legítima são anos de trabalhos incansáveis e árduos dos profissionais, mostrando sua relevância na área da saúde e educação para toda a sociedade.

Acredito que o professor de educação física não é só um educador do corpo, é um educador de indivíduos, de pessoas. Educar fisicamente é muito pouco. Mudamos hábitos, melhoramos qualidade de vida, auto estima, relação interpessoal, saúde no sentido mais amplo entre outros benefícios para o indivíduo.

Neste dia 1º de setembro, me sinto muito honrado e orgulhoso de ter sido convidado pela Maratona do Rio para escrever e passar algumas dicas aos corredores, mostrando a importância e o reconhecimento que a maior corrida do Brasil tem com os professores. Reuni algumas dicas que mostram a importância de se ter um professor por perto, principalmente quando o objetivo é correr uma maratona.

 

Woman running. Female runner jogging, training for marathon. Fit girl fitness athlete model exercising outdoor.

Uma falha comum entre os corredores, principalmente iniciantes, é a progressão das distâncias na corrida. Devido à rápida adaptação e resposta ao treinamento, os corredores tendem a se empolgar e aumentar o volume (quantidade, quilometragem, etc.) de treino semanal de forma indiscriminada, começam, por exemplo, com 5 km, dobram para 10, depois 15 ou 21 e chegam aos 42 km de forma muito rápida e sem a correta adaptação.

Nesse momento a presença do professor é muito importante, pois ele irá planejar e organizar a progressão dos treinamentos através de uma periodização adequada, além de monitorar e evoluir a intensidade (carga, velocidade, etc.). Alguns aspectos serão observados e levados em consideração pelo seu professor antes do aumento do volume e/ou intensidade:

· Individualidade biológica
· Histórico de prática esportiva
· Disponibilidade e treinamentos complementares (musculação, exercícios integrados)
· Frequência dos treinos,
· Técnica de corrida,
· Equipamento,
· Superfície utilizada no treino (areia, asfalto, grama),
· Temperatura ambiente e hidratação,
· Estilo de vida,
· Genética e outros

Existe uma regra básica de segurança para o aumento do volume semanal de treino de corrida, ele não deve exceder 10%. Por exemplo, se o corredor correu 30 km numa semana, ele não deve correr mais do que 33 km na semana seguinte.

Um estudo publicado em 2014 pelo Journal of Orthopaedic & Sports Physical Therapy (JOSPT) de Nielsen et al. mostrou que os corredores que avançaram em mais de 30% durante um período de 2 semanas pareciam ser mais vulneráveis a lesões relacionadas à distância do que os corredores que aumentavam sua distância de corrida em menos de 10%. Colocou-se, assim, a regra dos 10 % como aconselhamento para uma progressão segura e com menor risco de lesões.

Outro estudo feito em 2013 também por Nielsen et al, publicado no International Journal of Sports Physical Therapy (IJSPT) correlacionou determinadas lesões (principalmente região anterior da coxa, joelho e perna) ao aumento do volume de treino e outras lesões (principalmente na região posterior da coxa, joelho e perna) ao aumento da intensidade do treino.

Esses estudos mostram e evidenciam o quanto é importante o acompanhamento e prescrição do treinamento por um profissional de Educação Física para o corredor alcançar os objetivos propostos e ter uma vida longa de treinos e competições.”

 

zimbrao

 

 

Vinicius Zimbrão é Professor de Educação Física especializado em Anatomia e Biomecânica. Participou da cobertura da Maratona do Rio 2017 para as nossas redes sociais e é Coordenador da Academia Velox Fitness no Rio de Janeiro. Recentemente, criou o Instagram “Vamo Treinar Junto?” com dicas para atletas amadores.

HISTÓRIAS EM DESTAQUE

  • historia_photo_Flavia-meiamaratona1.jpg José Humberto Emidio de Lucena -   Olá. Sou o Humberto, marido da Flávia. Venho aqui pedir para vocês contarem não a minha historia, mas a historia dela. Vou […]
  • historia_photo_Foto-Meia-do-Rio-5.jpg Paula Pessoa Machado -   Eu resolvi em Setembro de 2015 que tinha que dar um basta nos 30 cigarros diários que fumava e a corrida entrou […]
  • historia_photo_FB_IMG_1490020799892.jpg Alexandre da Silva Assis - Em 2014 corri a Maratona do Rio, na chegada meu filho Thiago e minha esposa estavam esperando. Eles tinham corrido a Family Run. […]

PARTICIPE

As inscrições para todas as provas da Maratona do Rio 2018 estão abertas! Clique e inscreva-se nos 6K, 10K, 21K, 42K ou no Desafio Cidade Maravilhosa!

VIVA HISTÓRIAS PRA CONTAR

Clique abaixo e compartilhe o seu amor pela corrida e pela Maratona do Rio. Conte sua história pra gente.

DESAFIO CIDADE MARAVILHOSA

Mostre que é Maratona do Rio e complete 21K + 42K.