Início / VIVA HISTÓRIAS PRA CONTAR
ESALQ USP F1991
Por Equipe Maratona do Rio 16/05/2016

Faço parte de um grupo de engenheiros agrônomos formados pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz –ESALQ/USP –, uma das mais antigas e tradicionais escolas de Agricultura localizada em Piracicaba (SP). Fui escalado para contar nossa história com a Meia do Rio.

Neste ano, nossa turma (formada em 1991) completa 25 anos de formatura e, para celebrar a conquista, surgiu um grupo, que, atualmente, conta com 17 formados e 4 esposas inscritos para correr a Meia do Rio.

A história começou em novembro de 2014, quando dois amigos – um maratonista e um sedentário – conversaram sobre aprecária condição de saúde do sedentário. Com diagnóstico de hipertensão, alterações de colesterol e triglicérides, dificuldades no sono etc, o médico havia dado a ele um ultimato –imediatamente começar a fazer atividades físicas rotineiras.

Dessa conversa e da experiência de quatro anos do maratonista, nasceu o desafio da Meia do Rio dois anos depois, por ocasião da comemoração dos 25 anos de formatura na ESALQ.

Outro amigo também iniciado nas corridas de rua topou o desafio e, assim, os três levaram o objetivo à frente. A grande surpresa, porém, veio como desafio da corrida lançado a toda turma de formados em 1991 por meio de um grupo de ex-alunos no WhatsApp. Em um período de uma semana, o grupo passou de três para dez participantes e, antes de um mês, somos 17 ex-alunos e 4 esposas!

Alguns colegas se mobilizaram e, rapidamente, as inscrições foram feitas, o hotel foi reservado e um novo grupo no WhatsApp foi formado – Quintesão F-91 na Meia do Rio.

Isso aconteceu entre agosto e novembro de 2015. Desde então, em função dos preparativos, temos vivido um período de muita alegria! Temos revivido amizades dormentes há 25 anos e estimulado companheiros. Tem havido muita zoação mútua e alguns treinos compartilhados. É interessante que, no grupo, há corredores que atualmente vivem em cidades de Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina. O desafio da Meia do Rio se tornou, então, o objetivo comum em torno do qual esse bando de atletas de meia idade agora orbita!

Apesar de todos serem engenheiros agrônomos, no grupo há empresários, funcionários públicos, professores universitários e executivos. Alguns se encontraram pela última vez na formatura – há praticamente 25 anos! No grupo, seis já correram pelo menos uma maratona, cinco já correram pelo menos uma meia maratona e o restante participou de provas mais curtas ou nunca participou de prova nenhuma, como é o caso do amigo sedentário (ou melhor, ex-sedentário), cuja condição de saúde precária foi o estopim dessa empreitada.

No asfalto da Cidade Maravilhosa, pretendemos “apear” dos problemas, deixar de lado todos os nossos “fardos” e voltar a ser novamente e apenas tão somente: Beleza, Brunella, Buriti, Donocê, Enjoo, Falkão, Junk, Ksk, Ktrak, Lanjal, Pedágio, Sapatero, Sifu, Taduro, Vagau, Zulu e Zureia, defendendo, mais uma vez, as cores da nossa gloriosa ESALQ e curtindo cada quilômetro dessa celebração por tudo que cada um conquistou nesses 25 anos!

Ronaldo Ribeiro
Fevereiro de 2016

Até lá.

Ronaldo Ribeiro

 

HISTÓRIAS EM DESTAQUE

  • historia_photo_551383.jpg Rafael Santos  Sou Pernambucano, 30 anos, empresario, corro a aproximadamente 2 anos. Até Julho do ano passado, nunca tinha corrido mais de 6km, e ... [leia mais]
  • historia_photo_13325478_10209814657665648_2433192099375229465_n.jpg Rafael Santos Lima  No final de 2013, conversando com minha mãe, tive o prazer de vê-la comentando sobre seu feito. Correu aos 57 anos uma ... [leia mais]
  • historia_photo_image.jpeg Antônio Carlos A. G. de Carvalho  Minha história na Maratona do Rio é muito marcante na minha vida e da minha esposa. Tudo começou quando decidi, após ter passado ... [leia mais]

PARTICIPE

Ainda restam inscrições para a Family Run, a corrida de 6K da Maratona do Rio. Garanta sua vaga!

VIVA HISTÓRIAS PRA CONTAR

Clique abaixo e compartilhe o seu amor pela corrida e pela Maratona do Rio. Conte sua história pra gente.